Biomimética: a arte de resolver problemas complexos mimetizando a natureza

Biomimética (Biomimetics ou Biomimicry) é arte de se observar fenômenos e processos da natureza, para desenvolver soluções e produtos inovadores para problemas complexos. Através da Biomimética, cientistas, designers e product owners se inspiram em elementos da natureza -como formas e funções- para criam produtos que vão da indústria têxtil à inteligência artificial. O que é a Biomimética? A biomimética é uma área de estudo que busca inspiração em estruturas biológicas para aprender as soluções e estratégias que a natureza tem desenvolvido. A partir dessa compreensão, desenvolvedores, cientistas e design buscam mimétizar essas soluções, resolvendo seus próprios problemas. Leonardo da Vinci há mais de cinco séculos já produzia esboços de máquinas voadoras através da biomimética, já que ele usava a anatomia e do voo dos pássaros como inspiração. Porém, apesar da biomimética ser possivelmente algo que sempre aconteceu, nós sabemos muito mais do que somos capazes de articular. Por isso, o termo é reletivamente recente. O termo biomimética surgiu pela primeira vez em 1997, no livro Biomimicry: Innovation Inspired by Nature, escrito pella biológa Janine Benyus, cofundadora do Biomimicry 3.8 e do Biomimicry A obra é incrível e conta como algumas inovações em computação e engenharia foram criadas a partir da mimesis da natureza. Como usar a Biomimética? Para Benyus, existem duas formas de criar um novo produto usando a biomimética. A primeira é através de um desafio real. Pode ser qualquer coisa, por exemplo, economizar energia. Assim que existe um problema identificado, o pesquisador deve investigar como a natureza tem resolvido problemas análogos. Através desse mapeamento, é possível começar a observar como a biomimética pode ajudar na solução do problema em questão. A segunda forma é olhar diretamente para determinado fenômeno, animal ou função e entender como ele funciona e como a mimetização daquele sistema pode ser usada em uma protipagem capaz de resolver algum problema no mundo. Essa estratégia é uma imersão através das complexidades da natureza e seus sofisticadas sitemas. A verdade, é que a natureza é uma fonte inesgotável de inspiraçõ, que sempre foi usada. Mas agora, na era do design centrado na vida, ela se torna mais do que isso. Com a emergência dos problemas ambientes e da escassez dos recursos naturais, a biomimética talvez seja uma das melhores aliadas da humanidade. O Biomimicry Thinking Iniciativas como AskNature, buscam sistematizar a biomimética e criar um catálogo, capaz de ajudar profissionais de diferentes setores a resolver seus problemas através da natureza. Na plataforma, é possível conhecer algumas estratégias que a natureza vem desenvolvendo, analisar uma lista de design que já foram criados através da biomimética, assim como uma séria de conteúdos e coleções sobre o tema. A ideia do projeto é funcionar como um hub de biomimética, em que diferentes pessoas, empresários e iniciativas possam observar a natureza e resolver seus problemas com design mais eficientes e inovadores. Para te ajudar em sua jornada através da biomimética, separamos alguns exemplos super interessantes de como a natureza está sendo usada para criar produtos inovadores Exemplos de Biomimética Velcro e o passeio no Bosque Uma das soluções mais popularezes da biomimética é o velcro. O tecido foi criado em 1941, pelo engenheiro Georges de Mestral que percebeu, após seu passeio, o mecanismo através do qual os carrapichos conseguiam se prender em sua calça e se dispersar pelo território. Ele então buscou simular o sistema de microganchos para fixar objetos em um tecido e criou o velcro. Telas de Led e o Acasalamento dos Mosquitos Quando foram criadas, as telas de Led tinham um grande problema com os altos gastos energéticos que a tecnologia exigia. O problema foi solucionado através da biomimética dos olhos de mosquitos, que utilizam a bioluminescência e através de uma camada antirreflexiva, conseguem eliminar a perda de luz e aumentar sua eficiência para o acasalamento. Trem- Bala e o Martim-Pescador Há mais de 15 anos, o trem bala já havia sido desenhado e conseguia atingir seu objetivo de ser extremamente rápido, 350 quilômetros por hora. Mas, havia um problema, quando o trem saia do túnel, ele causava um barulho insuportãvel, devido a diferença na pressão do ar no interior e exterior do túnel. Os engenheiros do projeto conseguiram resolver esse problema imitando o bico do pássaro martim pescador, um pássaro famoso por seus mergulhos extremamente rápidos na busca de peixes. Confere o vídeo abaixo para saber mais sobre essa biomimesis.

Não perca as tendências 

que perturbam a sociedade 

RROMANO

Site
Olá,👋  
vamos conversar? 
Redes Sociais
  • Instagram
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon