Sexo como biohacking

Updated: May 21, 2020

O sexo pode ser um biochaking que potencializa sua produtividade. Este artigo é uma reflexão sobre como ver o sexo como uma ferramenta, evitando os desgastes emocionais decorrente de sua má execução.

Photo by Altin Ferreira on Unsplash


Observação: o texto apresenta um visão bem objetiva e pouco emocional sobre o sexo.


Biohacking e o desgaste emocional

Eu trabalho em um fundo de investimento com 15 homens e sou a única mulher do time. Eles são desenvolvedores, engenheiros, economistas e estatísticos. Eu sou, além de mulher, antropóloga. Nosso cotidiano, inevitavelmente, é uma espécie de laboratório social. Como eu circulo estou presente em ambientes compostos apenas por mulheres, é sempre curioso notar a forma como cada grupo lida com o sexo, suas relações pessoais e o trabalho.


E o sexo é ontologicamente uma questão interessante. Apesar do contra senso, nesse ambiente, os homens falam pouquíssimo sobre sexo. Sempre existem metáforas com sexo e mulheres bonitas, circulam umas pornográficas no almoço, reclamações sobre serem abandonados pelas esposas e jantar pão com tomate por uma semana, mas eles perdem pouquíssimo tempo falando sobre isso. As mulheres, por outro lado, falam muito sobre as relações, os encontros, os conflitos (inclusive, devo me desculpar por ocupar os ouvidos dos meus companheiros, com minhas reflexões).


Enquanto nossos companheiros cheios de testosterona estão conversando sobre resoluções de problemas, investimentos, planos, economia e fazendo piadas infantis (muitas!). Não é incomum que as mulheres gastem toda sua energia mental pensando em relacionamentos, que muitas vezes não resultam nem em um bom sexo.


Em casa, aconteceu uma mudança muito interessante. No começo do ano, uma amiga estava muito frustrada com uma relação que praticamente não existia. Todos os dias, eram horas de conversa sobre isso. Lteralmente, horas de conversa sobre nada. Ela já não transava com o cara fazia meses, eles não se encontravam e tinham conversas ridículas.


Depois de meses, ela superou o cara, arrumou um namoro bem tranquilo e a produtividade dela aumentou exponencialmente. Ela está a frente de um projeto incrível, concorrendo à vários editais e escrevendo um projeto para um segundo mestrado. Agora, conversas são quase todas sobre problemas objetivos que envolvem seus projetos pessoais.


Toda energia gasta com um relacionamento inútil se transformou em energia produtiva de objetivos pessoais. Foi lindo de ver e até um pouco assustador. Ela passa horas ininterrupta produzindo, todos os dias.



Como biohackear seu sexo para aumentar sua produtividade e bem estar?


A questão é que o sexo, o tesão e as tensões sexuais podem ajudar ou nos prejudicar.

O sexo pode ser ferramenta para melhorar a saúde (obviamente falando sobre sexo seguro) e inteligência. Mas se utilizada de forma incorreta, pode ser um buraco negro para nossa mente, produtividade e tempo. O sexo deve potencializar nossa concentração e não interferir em nossa produtividade.


Há muitas razões pelas quais o sexo é útil para a inteligência:


Apesar dos benefícios, conseguir um bom sexo leva muito tempo e energia:


  • Manter um namoro requer muito tempo. Algumas pessoas precisam de muita atenção e demandam muito energia. As vezes, esse tempo desperdiçado. Mas, uma relação estável e equilibrada pode ser uma boa forma de aumentar a produtividade.

  • Buscar por sexo em aplicativos pode ser muito improdutivo. O resultado muitas vezes é desperdício de sono, dinheiro, tempo, energia e pouco sexo de qualidade. Se não houver outra opção, seja assertivo.

  • Relacionamentos monogâmicos a longo prazo (RMLR) podem ser ótimos, mas são uma solução desafiadora para desejos sexuais. É realmente raro relações em que o desejo sexual se mantem depois da rotina e de anos de relacionamento. A monogamia não é algo natural. De acordo com o “Ethnographic Atlas Codebook”, 84,6% das culturas são não-monogâmicas. Isso não significa que não haja valor em uma RMLR, mas não esteja numa relação apenas por comodismo. Isso sempre vai se sugar sua energia, gerar sentimentos de culpa e te leva para baixo. Eu tive um relacionamento sério por três anos com uma pessoa que sempre me desafiou, me incentivou a fazer tudo que eu queria e acreditou no meu potencial. Esse relacionamento foi muito importante e me fez conquistar muitas coisas. Relacionamentos monogámicos podem ser ótimos, mas fico realmente triste e surpresa com o número de pessoas que estão em relacionamentos ‘’monogâmicos’’ traindo seus companheiros ou sem transar com seus parceiros.

  • Uma relação pode ser fonte de problemas, aborrecimento, tristeza e insatisfação. Podemos simpatizar, mas não cabe a nós consertar outras pessoas. Já é difícil demais consertarmos nós mesmos. Sexo é pra ser sobre algo prazeroso.

  • Não perca tempo com jogos! Mas aprenda usar de forma eficiente truques e gatilhos mentais.


Minhas reflexões sobre como usar o sexo como biohacking

  • Saiba o que você busca! Se você não sabe onde quer chegar, você vai se perder buscando o próprio rabo. A carência é tóxica e constantemente improdutiva. Entenda seus desejos e busque aquilo que é necessário para satisfazê-los da forma eficiente.

  • assistência eficiente aos seus relacionamentos casuais. Conversas, encontros e experiências intensas, mas pontuais são uma ótima forma de poupar tempo e tornar sua gestão eficiente. Mostre sempre o seu melhor e explore o melhor das pessoas. Não desgaste a relação com trivialidades.

  • Relacionamentos não monogamicos, mas constantes, parecem ser uma boa solução. Eu prefiro sair constantemente com algumas pessoas ‘’fixas’’. Isso evitar que eu me desgastante física e emocionalmente com buscas constantes e também não caio no erro de buscar saciar todos os meus desejos e interesses em apenas uma pessoa e frustrar todos os envolvidos.

  • Estar em um relacionamento causal não significa estar em uma relação superficial. Atualmente, meus melhores parceiros sexuais são pessoas com as quais eu tenho interesses em comuns, longas conversas produtivas e muita liberdade.

  • Ouse sair da sua zona de conforto. Encontre, transe e se relacione com pessoas interessantes que estejam fora da sua área comum de interesse. Principalmente aquelas que ocupam altas posições de poder e vão desafiar intelectualmente e sexualmente sua auto estima. Isso pode te potencializar de uma forma inimaginável em muitos aspectos.

  • Existem maneiras fáceis de hackear nossa química emocional. Medite, tome afrodisíacos (particularmente, eu adoro as plantas que aumentam a circulação sanguínea do cérebro e áreas pélvicas, como maca peruana e marapuama), faça sexo logo após um treino de academia com níveis hormonais altos, faça coisas divertidas como ir dançar, treinar arco e flecha ou escalar. Não deixe que a relação caia na rotina e inércia, nunca!

  • Um texto muito interessante da Siri Kale trás três formas de como hacker nosso cérebro para não ficar emocionalmente apegada, as dicas incluem fazer exercício ANTES de ter um encontro (para liberar os hormônios antes), não beber (pra mulheres), não olhar profundamente nos olhos de quem se transa e pensar em outras pessoas durante o sexo. O objetivo desse texto não é esse, mas as dicas podem ser úteis para muitos.

  • A inteligência das mulheres está ligada ao seu estado civil. Mulheres com graduação tem menos probabilidade de se casarem ou entrar em um relacionamento. Homens inteligentes parecem preferir sair com mulheres com um nível intelectual ou posição de trabalho inferior. Há inúmeras justificativas para essa realidade. Elas pouco me importam. Busque pessoas inteligentes que potencializam o desenvolvimento de sua inteligência.

  • Quando for necessário (e apenas quando for), deixe claro seus interesses e desejos. Isso vai te poupar muito tempo no futuro. Não perca tempo com discussões desnecessárias. Foque em dizer o que você quer e não como você se sente com cada coisa. Lidar com seus sentimentos é trabalho seu e não de outras pessoas.

  • Experimente uma sessão de massagem tântrica ou outras explorações sexuais.


Encontre o seu método para utilizar o sexo como biohacking.

Todas as dicas e reflexões acima são personalizadas para meus objetivos e visão de mundo. Cada um deve achar sua fórmula do sexo como biohacking. Mas uma coisa é universal: um sexo incrível sempre vai liberar os bioquímicos certos. Serotonina e Dopamina podem fazer a diferença! Então não deixe o mundo te dizer que você não deve fazer o que deseja.


Busque se relacionar com pessoas intelectualmente interessante, atraentes e que não me causem desgastes emocionais inúteis. Não aceite migalhas. Aproveite todo o valor psicológico e fisiológico do sexo, com o menor custo emocional possível (o que é diferente de menor envolvimento emocional possível).


Outras leituras sobre o tema:

4 views0 comments

Recent Posts

See All

Não perca as tendências 

que perturbam a sociedade 

RROMANO

Site
Olá,👋  
vamos conversar? 
Redes Sociais
  • Instagram
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon